segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Leitura Crítica da Mídia: "Morri na Maré", documentário sobre violência e crianças na favela do Rio de Janeiro

Morri na Maré” é um documentário sobre o impacto da violência sobre as crianças da favela Complexo da Maré, no Rio de Janeiro, contado a partir da visão delas. Foi realizado por dois jornalistas franceses, Marie Naudascher e Patrick Vanier, ambos radicados no Rio.

O video faz parte do Projeto Reportagem Publica, financiado por crowdfunding. Com o suporte de 808 doadores, a Agência Pública distribuiu 12 bolsas de reportagem para investigações independentes.

Saiba mais sobre o projeto no site da Pública.




domingo, 17 de agosto de 2014

Leitura Crítica da Mídia: Água engarrafada

Decisão da Anvisa de proibir venda de um lote de água engarrafada São Lourenço, pertencente à gigante Nestlé, reacende a discussão sobre o papel privado em relação à água como bem público


17/08/2014 

Fonte: Portal Fórum 

Na última sexta-feira (15), a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) tomou a decisão de proibir a distribuição e a comercialização, em todo o território nacional, de um lote da água engarrafada São Lourenço por conta de um laudo do Instituto Adolpho Lutz (da Universidade de São Paulo), que constatou presença anormal da bactéria Pseudomonas aeruginosa, em pelo menos parte das garrafas vendidas em todo o país. Este tipo de bactéria ataca os pulmões, vitimando em especial pessoas com baixa resistência imunológica.

A notícia quase não foi destacada por boa parte da mídia, no entanto, a decisão de Anvisa reabre a discussão sobre as práticas de desmineralização da água, que a Nestlé adota em São Lourenço (MG), pois não é de hoje que a transnacional suíça se envolve em polêmicas por conta da água – e isso não é exclusividade brasileira. O estado norte-americano de Michigan, conhecido como o “estado das águas” – por conta de seus diversos lagos que fazem fronteira com o Canadá – é um dos que mais sofrem por conta da presença da Nestlé no estado.

De fato, não faz muito tempo que Peter Brabeck, presidente da Nestlé, defendeu a privatização do fornecimento da água, isso para que atentássemos ao fato de que a água sendo gratuita faz com que em várias ocasiões as pessoas não lhes deem valor e a desperdicem. Além de também defender que a água deveria fosse tratada como qualquer outro bem alimentício e ter um valor de mercado, estabelecido pela lei de oferta e procura. Só desta maneira, aponta, empreenderíamos ações para limitar o consumo excessivo que se dá nesses momentos.

Obviamente, além do grande “bem” para a sociedade, isso também geraria enormes lucros para sua empresa: a Nestlé é a líder mundial na venda de água engarrafada - setor que representa 8% de seu capital, que em 2011 totalizaram aproximadamente 68,5 bilhões de euros. Afinal, o negócio das águas minerais engarrafadas se transformou em um dos setores mais lucrativos e de maior expansão no mundo.

Veja abaixo o vídeo (com legendas em inglês) de Brabeck afirmando que os cidadãos do mundo não possuem um direito automático a mais água do que apenas o necessário para sua “mera sobrevivência”, a não ser que eles possam pagar.





Em outro vídeo (esse com legendas em português), é contada a história por trás da indústria das águas engarrafadas, e a pergunta que fica no ar: “O que eles vão vender depois, ar?”.




sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Leitura Crítica da Mídia: A luta dos Yanomami e as ameaças a Davi Kopenawa


A HAY (Hutukara Associação Yanomami) foi fundada em 2004 por Davi Kopenawa, liderança indígena dos yanomami. A sede fica em Boa Vista, Roraima. A luta de Kopenawa pelos direitos dos povos indígenas e defesa das terras contra a invasão de garimpeiros é reconhecida internacionalmente. Em 2014, Kopenawa denunciou ter sido ameaçado de morte



Davi Kopenawa fala sobre seu livro "A Queda do Céu"



Pioneira do registro do modo de vida Yanomami, a fotógrafa Claudia Andujar conversa com o xamã e líder Yanomami Davi Kopenawa sobre as origens, o presente e o futuro dos índios no Brasil durante a 12ª FLIP (Festa Literária Internacional de Paraty), no Rio de Janeiro, em agosto de 2014.



Apelo de Davi Kopenawa Yanomami no encerramento da 12º FLIP, em que denuncia ter recebido ameaças de morte e lembra do assassinato do ambientalista Chico Mendes. 

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Leitura Crítica da Mídia: Yasuní, no Equador - reportagem multimídia sobre meio ambiente



"A capital do Equador, Quito, está a 250 quilômetros da região conhecida como Yasuní, nome de um dos rios que a atravessa. Situada no lado oeste da bacia amazônica, sua proximidade com a cordilheira dos Andes marca as florestas úmidas com uma topografia acidentada por pequenas colinas e desfiladeiros. Elas são interrompidas por riachos e pântanos que formam uma rede hídrica para o trânsito de antas, capivaras, onças e jacarés. As árvores mais altas chegam a 45 metros de altura e se sobressaem ao dossel, área alta onde galhos e folhas se sobrepõem e cuja sombra abriga pântanos e uma vasta vegetação.

Yasuní tem uma das mais ricas biodiversidades do planeta, ainda longe de ser entendida pelos cientistas. É terra ancestral de grupos indígenas, alguns dos quais em isolamento voluntário. Também é moradia de um número crescente de colonos vindos de outras partes do Equador. Além disso, guarda as mais importantes reservas de petróleo do Equador. A exploração deste recurso ameaça a floresta com a construção de oleodutos e estradas. As obras incentivam a vinda de migrantes e o aumento da população leva ao desmatamento e redução do número de animais silvestres".

Leia reportagem completa no site O ECO

domingo, 10 de agosto de 2014

Leitura Crítica da Mídia: A história de Aaron Swartz (documentário na íntegra)



O documentário conta a história do ativista Aaron Swartz, programador prodígio e defensor do acesso à informação. Amigos, pais e colegas falam de sua participação no desenvolvimento do protocolo de internet RSS, na cofundação de Reddit, Watchdog, Open Library, Demand Progress; de sua batalha pela internet livre que levou a uma ação do governo norte-americano contra ele na Justiça, e de sua morte aos 26 anos de idade. 

Leia também
Revista Época/Eliane Brum: Perdão, Aaron Swartz
Portal Fórum/Rafael A.F.Zanatta: Aaron Swartz, guerrilheiro da internet livre
Link (Estadão)/Tatiana de Mello Dias: Hacker réu

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Leitura Crítica da Mídia: ÍNDIO EDUCA traz vozes e imagens de indígenas do Brasil

Índio Educa nasceu em setembro de 2011 com o compromisso de levar a verdadeira história e cultura dos povos indígenas através das mais variadas formas, especialmente via internet.

O grupo conta com o apoio da ONG THYDÉWÁ, selecionada por um edital fruto da parceria entre BrazilFoundation e Embaixada dos Estados Unidos da América no Brasil, que veio atender ao Plano de Ação Conjunto Brasil – Estados Unidos para a Promoção da Igualdade Racial e Étnica (JAPER).  


A gestão do projeto é de indígenas de diferentes regiões do Brasil.  


Acesse o site aqui. 






segunda-feira, 28 de julho de 2014

Leitura Crítica da Mídia: As famílias que dominam o Congresso

Reportagem publicada no site da Revista Galileu, em 23 de julho de 2014, baseada em levantamento da ONG Transparência Brasil mostra que quase metade dos parlamentares (47%) que começaram a última legislatura têm parentes próximos na política. São membros de famílias que há décadas dominam a vida pública no Brasil. Dos que foram eleitos com 30 anos ou menos, 79% são filhos ou netos de políticos. 


Clicando em cada boneco do infográfico aparece uma informação sobre quem é ele no Senado e na Câmara dos Deputados e seu parentesco com outros políticos. Acesse aqui a página da Revista Galileu. 

Acesse aqui o Levantamento da ONG Transparência Brasil.